Numa era onde as energias renováveis começam a ter um papel importante no sector energético, o estádio do Werder Bremen tornou-se num dos grandes símbolos dos que defendem que o futebol tem um papel importante no apoio ao movimento ecologista.

A importância dos painéis solares

Construído com capacidade para 42 000 pessoas, o Weser-Stadion destaca-se não pelo seu tamanho ou arquitetura. Mas pela sua dupla função. Coberto por dezenas de painéis solares, o estádio permite acumular durante o ano a energia suficiente para garantir uma distribuição sustentável para toda a zona de Bremen, no norte da Alemanha. Uma região que não parece, à partida, um espaço ideal para apostar na energia solar devido à pouca exposição ao sol durante largos meses do ano, mas que se transformou num simbolo de idealismo ecológico em toda a Europa.

O recinto foi construído em 1923 e desde então tornou-se na casa do Werder Bremen. Além do futebol recebeu ao longo das últimas décadas provas de atletismo, ginástica e concertos musicais que fazem parte da mitologia popular germânica. Em 2005, depois de ter sido rejeitado pela federação alemã como uma das sedes do Mundial do ano seguinte, a diretiva do clube decidiu reestruturar todo o estádio.

Projecto para o futuro

Construído numa das maiores zonas verdes do distrito de Bremen, a um kilómetro e meio da cidade mas perdido entre bosques e riachos que mergulham tranquilamente no Weser, o estádio foi redesenhado para albergar a maior coleção de painéis solares num estádio desportivo do Mundo. Foi retirada a pista de atletismo para aproximar as bancadas do relvado e colocados painéis que não só são os responsáveis de gerar a iluminação noturna quando o Werder Bremen joga á noite como também é responsável por distribuir energia a baixo custo às zonas urbanas que rodeiam os parques que separam, à boa maneira alemã, o recinto do centro urbano.

A ideia por detrás do novo Weser-Stadion transformou-se em mais do que uma simples inovação tecnológica. É o símbolo de uma nova política ecológica por parte das principais instituições alemãs e também um projeto pioneiro que, segundo prevê a imprensa alemã, influencie fortemente as próximas renovações das instalações desportivas de outros grandes clubes teutónicos.

1.785 / Por