Desde Nova Iorque chega uma nova coleção de ilustrações que aliam a mais pura genialidade com a nostalgia dos nomes próprios que fazem do futebol mais do que um desporto. O designer gráfico Daniel Nyari tem desenvolvido uma série de ilustrações dedicadas ao mundo do futebol. A última peça do seu puzzle chama-se Playmakers.

O génio dos artistas do relvado

O trabalho desenvolvido pro Daniel Nyari na ilustração leva vários anos a encantar os seus muitos seguidores. O artista romeno alia a sua profunda paixão pelo futebol a uma capacidade impressionante de captar a iconografia dos maiores mitos da história do jogo. Durante anos desenvolveu várias coleções de retratos estilizados de futebolistas e momentos da história. A sua obra mais recente dá pelo nome de Playmakers e, naturalmente, dedica-se em exclusiva aos mavericks dos relvados, os artesãos de chuteiras nos pés.

São mais de dezasseis retratos individuais de jogadores que remontam à década de 70 e se prolongam até aos nossos dias. De Gustav Netzer a Xavi Hernandez, de Johan Cruyff a Ronaldinho, a história do futebol passa por estas caras, estas cores, estes traços.

O autor, em discurso directo

Em conversa com o @Futebol Magazine, o designer Daniel Nyari confessa a sua paixão pelo desenho gráfico inspirado em personagens ligadas ao mundo do futebol e a sua devoção ao clube da sua cidade, o Poli Timissoara.

Qual foi a principal influência na criação da série Playmakers?

Sempre desenhei jogadores de futebol e fazia-me acompanhar de um caderno onde desenhava em cada página uma equipa. Foi também por essa altura que encontrei uma coleção de maços de tabaco que traziam desenhados retratos de jogadores de futebol, algo que me inspira desde então. Com esta coleção quis ir um pouco mais longe e não só criar os retratos dos jogadores mas um poster onde apareçam todos, algo que crie uma sensação muito especial à volta do que representam.

Como é que o futebol inspirou a sua vida?
Desde pequeno foi fundamental, especialmente porque a minha família estava sempre em movimento e o futebol era o que permitia fazer-me novos amigos. Inevitavelmente tornou-se parte do meu trabalho e acredito que para criar um artista deve exprimir aquilo que realmente sente.

Há vários artistas atualmente que começam a associar o futebol ao design criativo. Há algum autor ou trabalho que seja mais importante na sua evolução como autor?

Para mim é importante estar a par do que acontece no nosso meio e o que os principais artistas estão a desenvolver porque isso também te motiva. É óptima que existam cada vez mais designers dedicados ao mundo do futebol. O meu conselho é sempre procurar inspiração naquilo que tu gostas e depois procurar a tua forma de expressar o que sentes porque só assim sentes que estás a evoluir.

Saltando dos quadros para o relvado, futebolisticamente o que apaixona Daniel Nyari?

Sou um apaixonado da Bundesliga. Dito isso, também adoro o Barcelona e tudo aquilo que têm desenvolvido nos últimos anos, para mim são a melhor equipa da história. Gosto muito de futebol de possessão e aquilo que o Dortmund, mas sobretudo Espanha e o Barcelona têm desenvolvido é apaixonante.

Na sua Roménia natal, qual é a equipa que sempre o inspirou?

Só vivi na Roménia quatro anos e sinto-me tanto romeno como austríaco e norte-americano, mas o meu clube de infância é o Poli Timissoara. Infelizmente o futebol romeno tem muitos problemas estruturais, espero que a situação mude nos próximos anos mas está forçosamente dependente do estado da economia do país.

Depois de Playmakers qual é o próximo passo?

Gostaria de criar uma coleção dedicada exclusivamente a avançados, com retratos de jogadores como Gerd Muller, Puskas, Pelé, entre outros.

A partir de quando a colecção Playmakers vai estar disponível para compra?
Podem adquirir o poster completo por valores entre os 85 e os 150 dólares, variando a dimensão do poster, através da minha página oficial.

2.373 / Por