Considerada uma das 5 maiores ligas Europeias, a história e os recordes do campeonato Francês continuam guardados num dossiê bem no fundo da gaveta e na sua maioria é oásis perdido no deserto para o grande público. Se questionarmos os mais desatentos adeptos do jogo, sobre qual o nome do maior goleador da Liga Francesa, raramente ouvimos o nome de Delio Onnis.

El Tano“, o Italiano

Just Fontaine para os mais antigos e Jean-Pierre Papin para os mais novos, são os nomes mais referenciados pelos adeptos como maiores marcadores do campeonato Francês. No entanto os golos que marcaram estão longe do número de golos conseguido pelo Argentino Delio Onnis (à esquerda na imagem).

Delio Onnis, ou “El Tano” (o Italiano) como os Argentinos lhe chamavam, nasceu em Itália, mas cedo emigrou para a Argentina com os seus pais. Foi na Argentina onde se naturalizou que começou a jogar futebol e antes de chegar a França, já deixava um registo com mais de 100 golos na primeira divisão Argentina. É até hoje o maior goleador de sempre da Liga Francesa com 299 golos.

Os 25 maiores goleadores da Liga Francesa

Apenas metade nasceu em França

Dos 25 maiores goleadores, apenas 13 nasceram em terras gaulesas, sendo que metade dos que nasceu fora são naturalizados. As I e II Guerras Mundiais, foram razão para o movimento de milhares de pessoas pela Europa fora. Como origem desses dois conflitos, foram vários os jogadores oriundos de outros países europeus que se refugiaram em frança e por lá ficaram. Nesta lista temos 4 exemplos desse facto;  Courtois (Suíça), Cisowski (Polónia), Ujlaki (Húngria) e Koranyi (Húngria). Por outro lado Fontaine (Marrocos) e Mekhloufi (Argélia), são os representantes das ex-colonias francesas.

Em relação aos estrangeiros e para além de Onnis, registo para a lenda Carlos Bianchi (também Argentino) para o Croata Josip Skoblar, que regista a melhor média de golos por jogo (0.867) e também para Pedro Pauleta, o Português que se retirou como maior marcador de sempre do Paris SG e 23º melhor marcador em França.

2.059 / Por
  • Marcelo Zacharias

    Verdade , são poucos franceses eu não conheci o lacombe nãos ei porque..do platini eu lembro mas o mais moderno que vi jogar Pauleta esta na ponta de baixo ou seja, os jogadores não ficam muito tempo na França.