Carolyn Still, de Escort de Luxo a directora do Mansfield

Aos 29 anos Carolyn Still não é só a mais jovem executiva de um clube de futebol em Inglaterra. Para muitos é também considerada a mais bela do Mundo no seu posto. Uma posição que ocupa no modesto Mansfield Town, clube das divisões secundárias do futebol inglês, e que se tornou num dos fenómenos mediáticos do futebol inglês graças à presença de uma mulher com um passado polémico como escort de luxo.

A mais jovem directora da história

No passado mês de Maio, a recém-nomeada directora do Mansfield foi detida pela polícia local e escoltada até à esquadra da pequena localidade de Nottinghamshire de onde saiu depois de pagar uma multa por desacato às autoridades. Foi a última, mas de longe não a primeira, vez que o nome de Carolyn Still saltou para as capas dos jornais de um país habituado a todo o tipo de escândalos quando se fala de mulheres e futebol. Mas desta vez a mulher em questão não é uma das muitas WAG´s que fazem a delicia da imprensa britânica. Mas sim a mais jovem directora do futebol mundial.

Still, 29 anos, chegou ao lugar que ocupa depois de ter conhecido o presidente do clube, John Radford. Muitos especularam imediatamente sobre uma eventual relação entre ambos, algo que nunca foi confirmado por nenhuma das partes, mas que várias testemunhas confirmaram ao prestigioso The Guardian. Sem qualquer experiência prévia no universo futebolístico, a chegada de Carolyn Still acabou por ser revelar um excelente golpe publicitário para o clube da Blue Square, a liga regional profissional inglesa.

De escort de luxo ao mundo do futebol

Não só se tornou numa figura internacionalmente reconhecida, como também ajudou a aumentar as vendas de bilhetes para os jogos do clube que, como prova a sua recente detenção, está decidida a defender a capa e a espada. Mas se o titulo de mais bela directora do Mundo não demorou a chegar, cortesia da imprensa inglesa, também se começaram a conhecer detalhes sobre o seu passado antes de aterrar em Mansfield. Modelo, Carolyn Still trabalhou como executiva nas firmas de luxo Bulgari e Gucci mas segundo o tablóide The Sun foi também acompanhante de luxo para duas das mais requisitadas agências do país, uma das quais esteve envolta em polemica quando se descobriu que várias das raparigas do seu catálogo tinham sido apanhadas numa festa fora de horas em casa de Cristiano Ronaldo, quando este ainda jogava ao serviço do Manchester United.

A popularidade de Still no entanto é inquestionável e a directiva do clube agradece a publicidade gratuita que a sua chegada garantiu.

O Mansfield Town acabou a época em terceiro lugar, a sua melhor posição de sempre, mas acabou por cair no play-off de subida de divisão contra o York City. Precisamente o polémico jogo onde Still foi detida por insultar a equipa de arbitragem e as forças policiais presentes no recinto do clube. Depois de pagar a multa, a directora já prometeu para o ano mais investimento por parte do clube para garantir a promoção. O seu papel pode revelar-se decisivo para atrair o financiamento que o clube necessita para continuar a crescer. Graças à sua presença, o Mansfield Town sabe que para o ano continuará a ser notícia.

2.598 / Por